•                

     

MANUAL DO ALUNO DA EDUCAÇÃO INFANTIL

1.  FUNDAÇÃO DO COLÉGIO
Em dezembro de 1951, chegaram ao Brasil quatro Irmãos da Congregação de Santa Cruz (Ir. Paulo Francis Schaefer estava entre eles), chamados pelo bispo de Santarém, Pará, para assumirem o Colégio Dom Amando.
Após alguns anos, os Irmãos decidiram expandir sua presença no Brasil. A opção foi pela abertura de uma nova escola.
Irmão Paulo Schaefer recebeu a incumbência de seu superior de procurar um novo local para essa escola. Em Campinas, Ir. Paulo recebeu imediato apoio de Dom Paulo de Tarso Campos, Arcebispo Metropolitano, do prefeito da cidade e de outras autoridades locais para a construção de uma escola nas imediações de Sousas.
Muitas famílias campineiras se uniram a Irmão Paulo, dando-lhe incentivo a esse projeto. Em pouco tempo, a família Bueno Vidigal fez a doação de uma gleba de terra de 68 mil m².
O lançamento da pedra fundamental aconteceu em 11 de dezembro de 1960. E em fevereiro de 1961, numa casa alugada no Distrito de Sousas, com pouco mais de vinte alunos inscritos para o Curso de Admissão ao Ginásio, o Colégio Notre Dame iniciava suas atividades. Simultaneamente, começava também a construção do prédio em seu próprio terreno. A primeira aula nas novas instalações do Colégio Notre Dame aconteceu, num ato solene, no dia 1º de maio de 1962, na festa de São José Operário.

2. FUNDAMENTOS INSTITUCIONAIS

2.1. Visão
Formar crianças e jovens para exercer funções de liderança na sociedade, com práticas fundadas em valores humanos e cristãos.

2.2. Missão
Garantir um ensino de excelência que permita avançar nos horizontes da aprendizagem, considerando a história e a contemporaneidade, de modo a contribuir para o desenvolvimento e formação do cidadão, visando uma participação consciente e responsável na sociedade.

2.3. Valores                                          
A Educação realizada pelo Colégio Notre Dame está fundamentada em valores humanos e cristãos. Os valores que fundamentam nossa prática educativa são incorporados durante todo o processo de formação. Desse modo, esperamos que o aluno desta escola fundamente sua prática em valores como: preservação da vida como o valor maior, respeito a si próprio e ao seu corpo, respeito e abertura para o outro, cooperação, solidariedade, liberdade responsável, abertura e respeito ao mundo natural e cultural, espírito de liderança, cidadania responsável, abertura para a diversidade cultural, abertura para a experiência existencial e espiritual.

2.4. CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO
O Colégio Notre Dame propõe a formação integral do ser humano. O esforço educativo envolve “uma construção contínua da pessoa humana, dos seus saberes e aptidões, da sua capacidade de discernir e agir, ... tomar consciência de si próprio e do meio ambiente que o rodeia e a desempenhar o papel social que lhe cabe enquanto trabalhador e cidadão” (Educação um tesouro a descobrir – Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI, pág. 17).
Assim, o colégio se propõe a formar alunos capazes de pensar e agir de forma criativa, inovadora, capazes de expor seu pensamento, idéias e desejos, sendo autores e construtores de sua própria história; alunos preparados para participar do processo social, econômico, político e cultural com o sentido de responsabilidade, liberdade e solidariedade, que busquem construir uma sociedade mais humana e democrática; alunos abertos à experiência religiosa e de fé, baseado nos valores evangélicos; alunos abertos à pluralidade étnica, cultural e religiosa, respeitando diferenças e escolhas.
A aquisição do conhecimento pressupõe a relação sujeito–objeto, o que quer dizer que a compreensão de mundo está vinculada a uma relação de um sujeito que observa o mundo e interage com ele, de forma sistemática. A nossa relação com o objeto do conhecimento se dá por um processo construtivo. Na prática pedagógica do Colégio Notre Dame não privilegiamos um ou outro, mas consideramos que sujeito e objeto têm papéis preponderantes na relação que promove a aprendizagem e, por conseguinte, o conhecimento. A relação sujeito-objeto é, portanto, dialética, pois o sujeito opera como agente construtor e o objeto se impõe de acordo com a realidade que ele traz.
Na construção do conhecimento também se considera a interação social e o tempo histórico. A aquisição do conhecimento não acontece de maneira isolada e individual, mas inserido num contexto sócio-cultural. O ser humano tem a tarefa de não só compreendê-lo, mas também de modificá-lo, alicerçado em seus próprios conhecimentos e no conhecimento social, através das relações interpessoais, no tempo histórico.
“Mesmo baseando nossa filosofia na fé, ninguém precisa temer que confinaremos nosso ensino dentro de limites estreitos e não científicos. Aceitaremos as descobertas da ciência sem preconceito, e de forma adaptada às necessidades de nossos tempos...” (Herança e Missão, pág. 04)

3.  OBJETIVOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE EDUCAÇÃO MATERNAL
a) Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade e respeito, percebendo-se como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente.
b) Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita), de forma a compreender e ser compreendido, aprendendo a expressar ideias, sentimentos, necessidades e desejos.
c) Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo a auto-estima e ampliando gradativamente as possibilidades de comunicação e interação social.
d) Desenvolver uma imagem positiva de si, aprendendo a atuar de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades.

4. OBJETIVOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE EDUCAÇÃO INFANTIL
a) Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação.
b) Utilizar diferentes linguagens - oral, gráfica, matemática, plástica, corporal e tecnológica - como meio para produzir conhecimentos, expressar e comunicar ideias, sentimentos, necessidades e desejos, interpretar fatos, estabelecer relações, levantar hipóteses,  problematizar e buscar soluções.
c) Estabelecer e ampliar as relações sociais, aprendendo a conviver e posicionar-se, utilizando o diálogo como forma de resolver conflitos e de tomar decisões coletivas.
d) Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente e cooperativa, com confiança em suas capacidades e percepção de seus limites.

5. ESTRUTURA DO CURSO

5.1. Horário das Aulas
A Educação Maternal e a Educação Infantil são oferecidas nos dois períodos, manhã e tarde. Os alunos de ambos os períodos podem optar pelo período estendido ou pelo período integral.
No período da manhã, as aulas têm início às 07h30 e se estendem até o meio dia. O período estendido pode ir até 14h ou 15h e o período integral até 17h, todos os dias.
No período da tarde, as aulas tem início às 13h e se estendem até as 17h30. O período estendido pode iniciar às 11h ou 10h e o período integral às 8h, todos os dias.
A família pode ainda optar, quando tiver necessidade, em manter a criança na escola em período estendido ou integral somente em dias em que tiver necessidade, comunicando a escola com antecedência.

5.2. Grade Curricular
Compõem a grade curricular as disciplinas: Matemática, Linguagem Oral e Escrita, Natureza e Sociedade, Ensino Religioso, Educação Artística e Educação Física. Além disso, o aluno terá introdução à Informática, Jogos de Raciocínio e atividades na Biblioteca.

5.3. Avaliação
A avaliação é um importante instrumento para que a educadora possa obter dados sobre o processo de aprendizagem de cada criança, reorientar sua prática e elaborar seu planejamento, propondo situações capazes de gerar novos avanços na aprendizagem dos alunos. Acontece de forma contínua ao longo de todo o processo de aprendizagem, sendo registrada pela professora e relatada às famílias nas reuniões individuais trimestrais através da FOA (Ficha de Observação do Aluno).

5.4.  Tema Gerador
O CND acredita que na escola se aprende a conviver no espaço público e a interpretar o mundo. Por isso, no ambiente escolar, faz-se necessário um olhar atento ao dia-a-dia, às relações interpessoais, às relações do aluno consigo próprio, à relação dele com o conhecimento, a sociedade, a natureza, com a vida, enfim. Esse foco reflete o carisma da Congregação de Santa Cruz manifestado na vida comunitária baseada no respeito, diálogo, compromisso e responsabilidade social.
A cada ano, o CND define um tema gerador que norteia os trabalhos pedagógicos das diferentes séries. O tema de 2013 será divulgado no início do período letivo.

5.5. Projetos de Trabalho
Os projetos possibilitam o trabalho com conhecimentos específicos, construídos a partir de questões elaboradas pelas crianças sobre um determinado tema.
A realização de um projeto depende de várias etapas que devem ser cuidadosamente planejadas, envolvendo o levantamento dos conhecimentos prévios das crianças sobre o assunto em pauta e o que desejam saber.
Várias fontes de informações podem ser usadas, como livros, enciclopédias, filmes, análise de imagens, entrevistas, visitas, etc. As hipóteses, descobertas, discussões e conclusões vão sendo registradas pelas crianças através de relatos escritos, fotos, desenhos, pinturas etc.
Os projetos de trabalho possibilitam que as crianças estabeleçam múltiplas relações e integrem conhecimentos de diferentes áreas, realizando generalizações de ordens diversas.
Ao final, todo o conhecimento novo adquirido é sistematizado pela professora, de modo que o aluno compreenda as interconexões entre os diversos conteúdos estudados, seja capaz de dominar sua estrutura e organizá-los no seu universo de aprendizagens.

5.6. Estudo do Meio
Os Estudos do Meio têm grande importância no trabalho pedagógico do Colégio, visando o aprofundamento e a ampliação dos estudos em classe. São agendados de acordo com o Projeto da classe e/ou série.

5.7. Hábitos de Estudo
A lição de casa é introduzida gradativamente no Curso de Educação Infantil, tendo como objetivo iniciar uma rotina de estudos, desenvolver o senso de responsabilidade e a organização, assim como a revisão e sistematização de conteúdos.
É importante que cada família estabeleça com a criança o melhor horário e o local adequado para a realização das tarefas, disponibilizando também os materiais necessários: lápis grafite e de cor, borracha, apontador, cola, tesoura e algumas revistas que possam recortar.

6. NORMAS ESCOLARES

6.1.  Disciplina
O mundo social e cultural em que vivemos é regido por normas e leis construídas a fim de garantir o bem estar, a segurança e o bom funcionamento das comunidades. Na escola fazemos um exercício diário ao lidarmos com regras e normas que dizem respeito ao ambiente público. Sendo assim, consideramos a disciplina como um dos elementos fundamentais para o funcionamento adequado das atividades escolares.
Todo aluno possui uma Ficha de Acompanhamento Individual na qual ficam registradas eventuais ocorrências observadas pela monitoria ou educadoras. Sempre que necessário o aluno será encaminhado à orientadora educacional que ouvirá o aluno e fará as retomadas necessárias.
As medidas disciplinares, em sua forma mais geral, serão as seguintes: advertência oral, advertência escrita e suspensão das aulas, a critério da orientação educacional.

6.2. Horários

Entrada
A entrada dos alunos é feita pelo portão 4. Os locais de embarque e desembarque deverão ser usados somente para paradas rápidas, não sendo permitido que o motorista saia do carro. Os pais que necessitarem descer deverão entrar pelo portão 1 e estacionar em local permitido.
Na chegada, as crianças serão encaminhadas a uma sala onde aguardarão as educadoras. Pedimos que permaneçam neste local apenas crianças, educadoras e auxiliares.  Atrasos precisam ser justificados pela família e a permissão para entrada em aula é atribuição da orientação.
No momento da chegada, a educadora, envolvida com a recepção das crianças e a organização das atividades do dia, não terá disponibilidade para atender aos pais e às mães. Justificativas e comunicados devem ser dados às Auxiliares e/ou Orientadoras, ou por escrito, na agenda da criança, ou ainda, por telefone.
A rotina de início das aulas é de extrema importância para o grupo. É nesse momento que se organiza a classe; educadoras e crianças se reconhecem e se acolhem, estabelecendo os combinados do dia e planejando suas atividades. A criança que chega atrasada perde este momento tão rico que oferece segurança (autoconfiança) e disciplina para o trabalho. A pontualidade, portanto, é de importância fundamental.

Saída
As crianças sairão pelo portão 4 até 15 minutos após o horário da saída. Posteriormente as crianças deverão ser retiradas das classes pelos pais, estacionando no interior do colégio. Qualquer procedimento fora da rotina escolar, como saída antecipada ou mudança de responsável que pegará a criança, deverá ser comunicado por escrito à educadora ou à Orientação. Para uma eventual saída antecipada, o responsável precisa requerer uma autorização escrita, emitida pela orientação ou monitoria, a qual deverá ser apresentada na portaria na saída, para a liberação da criança. Caso os pais desejem que as crianças sejam pegas pelos irmãos maiores, deverão solicitar o impresso de autorização junto à Orientação. Não será permitido que a criança espere pelos responsáveis na guarita do portão nº 01. As famílias que tiverem filhos em dois segmentos terão duas opções:
- 1ª - pegar apenas o filho menor no portão 4 (Infantil);
- 2ª - pegar todos os filhos no local de embarque e desembarque do Ensino Fundamental (há possibilidade de preencher autorização junto à Orientação, para que o irmão maior pegue o menor, no momento da chegada da família para buscá-los).

6.3. Uniforme
Verão – bermuda ou short – saia azul marinho e camiseta (antiga ou nova) com o emblema, tênis e meia.
Inverno – Conjunto de microfibra ou moletom azul-marinho com o logotipo do colégio, tênis e meia. Permitido o agasalho de náilon do colégio ou outro sob o uniforme.
Não será permitido o uso de acessórios (brincos, relógios, pulseiras, correntes, etc.) nas aulas de Educação Física.
A falta do uniforme somente será aceita mediante justificativa feita pelo responsável pessoalmente, por telefone ou por escrito.

6.4. Brinquedos
Serão trazidos de casa de acordo com o que for combinado com a educadora procurando atender às necessidades de cada série.

6.5. Sala Multiuso (área nova)

Ambiente projetado para recepção das crianças do maternal antes das aulas e espera, após as aulas. Será utilizado também para as crianças que bebem mamadeira durante as aulas. Será destinado ainda como espaço de descanso para as crianças do Infantil que permanecerão na escola em período integral.

6.6. Reuniões
Ao final de cada trimestre ocorrerão reuniões individuais previamente marcadas.
Os pais poderão solicitar reuniões com a Educadora ou Orientadora quando julgarem necessário.

6.7. Biblioteca
As crianças do Infantil irão semanalmente à biblioteca, em dias previamente marcados, e deverão observar a data de devolução do livro. As crianças do Maternal farão o empréstimo de livros da biblioteca de classe.

6.8. Lanche
Contamos com a colaboração das famílias no preparo de lanches saudáveis, pois trabalhamos com as crianças a importância de uma alimentação equilibrada. Desta forma, recomendamos frutas, sanduíches, bolos caseiros, bolachas sem recheio, sucos, achocolatados, entre outros. Refrigerantes, balas, salgadinhos, chocolates e chicletes não devem ser trazidos para o lanche. Bolachas recheadas devem ser evitadas. Pedimos que acondicionem adequadamente os alimentos e incluam na lancheira um guardanapo de tecido com nome (ou mesmo uma toalhinha) e não usem recipientes de vidro.
É hábito, no Colégio, a partilha de lanche quando alguma criança esquece de trazê-lo, não sendo necessário que os pais se preocupem quando isso eventualmente acontecer.  As famílias que optarem pelo período integral deverão enviar lanche para dois momentos.

6.9. Refeitório e Almoço (área nova)
As famílias que optarem pelo período integral ou estendido, deverão contratar o almoço no colégio, diretamente com a nutricionista responsável pelo restaurante. As refeições serão servidas em ambiente apropriado, por funcionários da escola e educadoras. O cardápio, planejado e divulgado mensalmente, é diversificado e balanceado, visando desenvolver hábitos alimentares saudáveis.

6.10. Dormitório (área nova)
Ambiente projetado especialmente para o descanso das crianças do maternal 1 e 2, com uma auxiliar responsável pela supervisão e uso desse espaço.

6.11. Fraldário (área nova)
Local planejado especificamente para atender, de maneira prática e segura, às necessidades e cuidados com a higiene das crianças do maternal.

6.12. Saúde e Enfermaria (área nova)
Por motivo de segurança pedimos aos pais que evitem enviar medicamentos à escola. Quando for imprescindível, solicitamos a entrega do medicamento diretamente à professora, especificando, por escrito, na agenda, o horário e a dosagem.
Quando a criança faltar por motivo de doença, pedimos que a Educadora / Orientação sejam avisadas. Na área nova, haverá o espaço de enfermaria, com presença de profissional de enfermaria, para prestar os primeiros atendimentos, sempre que necessário.

6.13. Aniversários
Para comemorar o aniversário no Colégio, os pais deverão combinar, antecipadamente, com a educadora da classe. Mandar somente: bolo, guardanapos, pratos, garfos e vela. Pedimos para não enviar: convites, presentes, enfeites, lembrancinhas, refrigerantes, doces e salgados.
Convites para comemoração fora da escola só serão entregues quando a classe toda for convidada. Caso contrário, solicitamos aos pais que se comuniquem diretamente com a família das crianças a serem convidadas (não no espaço escolar). Não será permitido o uso do espaço escolar para saídas para aniversários, passeios e outras atividades que não sejam organizadas pelo colégio.

7. INFORMAÇÕES GERAIS

7.1. Pastoral
A Pastoral visa orientar alunos e educadores para a mensagem cristã; despertar para os valores evangélicos e, em decorrência, o compromisso de transformação da sociedade por meio da educação.
Atividades / projetos com alunos:
- Pastoral Familiar – Grupos de Pais
- Primeira Eucaristia / Crisma
- GAC (Grupo de Ação Comunitária)
- Grupo de Voluntariado
- Estudos e reflexões com alunos, professores, funcionários.
- Celebrações – eventos e datas comemorativas

7.2. Atividades Extra-Curriculares
Escola de Esportes: 
Futebol, voleibol, handebol, judô, dança criativa, ginástica artística, badminton e Mat Pilates.
Centro de Cultura Artística Notre Dame (CECAND):
Práticas coletivas: iniciação às Artes Plásticas, Desenho Artístico e Mangá, Teatro, Coral Pequenos e Grandes Cantores, Orquestra Experimental, Instrumental Orff, Ballet, Dança Flamenca, Sapateado, Robótica, Formação Musical, Animação Digital.
Práticas individuais: Teclado, Piano, Flauta Doce e Transversal, Violão, Violino, Guitarra, Baixo Acústico, Bateria, Saxofone, Clarineta e Canto.

8. TELEFONES IMPORTANTES:
Telefone Geral: 2138-8300
Secretaria Geral: 2138-8301
Tesouraria: 2138-8316
Biblioteca: 2138-8321
Secretaria de Extracurriculares: 2138-8308
Bazar de uniformes do CECOIA: 2138-8329
Diretor Pedagógico: Lorenço Jungklaus
Tel.: 2138 8303 (falar com Ina)
e-mail: ljungklaus@notredamecampinas.com.br
Gerente Administrativo: Tel.: 2138 8303 (falar com Ina)

EQUIPE PEDAGÓGICA DO NDJ

Orientadora Pedagógica e Educacional do NDJ
Silvia Maria Panattoni Martins
E-mail: smartins@notredamecampinas.com.br

Orientadora Educacional do NDJ
Maria Elisabeth Olmos Borges
E-mail: mborges@notredamecampinas.com.br

Para finalizar, desejamos aos pais, alunos e professores um ano repleto de conquistas e que possamos, juntos, enfrentar os desafios de 2013 com abertura, escuta e respeito mútuos. Esperamos que, com esta organização estrutural, possamos atender às necessidades do cotidiano escolar, buscando concretizar um processo de formação competente do nosso aluno para as exigências da vida e para o exercício da cidadania.

Cordialmente,
Equipe Pedagógica


HINO DO COLÉGIO NOTRE DAME

Autores:
Elza Spinola Castro
Rainer Gauger


Começou devagarinho, num gigante se tornou;
Ontem eram só meninos que em adultos transformou.
Com amor e energia e feliz dedicação.
Hoje é motivo de orgulho, já tem sua tradição.

Notre Dame tem de tudo, do ensino ao lazer;
De um lado a inteligência, do outro lado o bem querer.
Cada mestre é um amigo; cada aluno, um irmão.
Nosso lema é AMIZADE; nossa fé, nossa união.

Nossos mestres nos ensinam uma grande lição:
Que força de vontade faz de um fraco, um campeão
E com seus ensinamentos saberemos triunfar
Do passado, do presente e o futuro conquistar.

Tem MARIA no seu nome, SENHORA de todos nós.
Notre Dame nos conclama, ouviremos sua voz!
E honraremos fielmente, com ardor bem juvenil
Nossa ESCOLA, nossos MESTRES, nossos PAIS, nosso Brasil.
 


Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo, 151 • Bairro Notre Dame • CEP 13092-621 • Campinas/SP • Tel. (19) 2138-8300
Todos os direitos reservados • Colégio Notre Dame de Campinas • Fotos by Fernando Righetto • Desenvolvido por W2F Publicidade